Cantiga do amor necromante

Meu amor por você começou ao luar Descortinou-me do medo e do sofrer Meu coração se tornou teu altar Tomou de rompante o meu bem-querer Nada mais podia me ferir, arco ou espada Tu eras minhas segurança. Teu rosto, minha morada Meu amor por você começou como um estampido Fez do enlevo, minha mãe, e…

Digressão

No princípio, tudo era sem forma e vazio. Meus dias passavam sem novidades, como quem flutua eternamente na escuridão. Eu não tinha esperanças de que as coisas pudessem mudar. Minha noção de livre arbítrio foi sufocada quando percebi que era apenas um pedaço de carne, restringido por minhas próprias limitações. Quem olhasse pra mim e…

Aniversário da minha irmã

(texto escrito em 2013) Semana passada a Bia fez aniversário. Entre risadas (como da vez em que ela se escondeu depois que eu falei que o Cata-Treco tava passando) e indignações (como da vez em que ela colocou gelo na minha cueca enquanto eu dormia) me bateu o clichê, porém honesto, sentimento de que o…

Roteiro que estou pensando se apresento ou não para a diretoria da Rede Globo: Agostinho Carrara contra o Uber – O retorno dA Grande Família

O episódio começa com a câmera focada no celular de Tuco. Ele acaba de instalar um app de caronas. Sendo o representante jovem da série, Tuco logo vira um usuário e defensor ferrenho do aplicativo Uber, naquela pegada meio Viva La Revolución, meio “emagreça. Pergunte-me como”. Nessa, o personagem de Lucio Mauro Filho conhece Peixoto,…